COSA NOSTRA EM PANELAS ACABOU?


Há mais de um ano atrás fomos surpreendidos com a notícia de que, finalmente, a Polícia Federal tinha chegado ao Agreste pernambucano para prender os bandidos políticos que conhecemos, por fazerem tudo o que estamos cansados de saber. A PF deflagrou a operação Cosa Nostra que investigaria várias prefeituras da região, inclusive a prefeitura de Panelas, por fraudarem licitações e tanto políticos quanto empresários estariam ligados ao esquema de corrupção.

A denúncia foi feita por um vereador de Agrestina, até porque não poderia ser feita por algum de Panelas, já que a situação é cumplice do desgoverno municipal e a oposição está preocupada em enriquecer, ganhar dinheiro e posar para foto. E o pior é que nem emagrecem para posar para foto. Povo feio.

Foram cumpridos há época, segundo notícias dos vários sites que noticiaram, mais de 17 mandados de busca e apreensão, entretanto, não se divulgou o nome de nenhum dos investigados. O que é muito estranho. Será que a operação da PF foi vítima de outra operação? Estamos falando de Pernambuco onde o crime organizado foi quase todo eleito. Eles podem ter colocado a operação “abafa o caso” para inibir os efeitos da operação cosa nostra. Afinal, quantas operações da polícia federal você ouve falar que aparece e desaparece assim do nada?

Outra hipótese a aventar é que as investigações tenham sido interrompidas devido ao valor baixo surripiados pelo esquema de corrupção, meros R$ 100.000.000,00 (isso mesmo, povo pernambucano do agreste, cem milhões de reais) dinheiro que não caiu do céu, foi retirado dos muitos impostos que pagamos. Saiu do seu bolso, da sua mesa, da farmácia da sua casa.

As investigações foram iniciadas em 2016, deflagrada a operação em 2017 e na mesma semana em que ouvimos falar dela, ela desapareceu. Muito estranho. Entramos no site da polícia federal e não há nem sinal de que a operação existiu. Panelas continua sendo um mistério da impunidade. Acreditem ou não; isso vai mudar.



Formando em Direito, Licenciando em filosofia, compositor e ensaísta, gravou em 2015 o disco Crônicas de um mundo moderno. Colunista do Jornal SP notícias e dedicado a inútil tarefa de acordar o povo.
Contato: movimentoculturalpanelense@gmail.com
pierreloganoficial@gmail.com

Comentários