FRASES

Petismo e Sergianismo Duas Faces de Uma Mesma Moeda






              
  Ao observarmos os comportamentos da “sociedade” panelense podemos extrair apenas nuances comportamentais de um individuo para o outro, não se precisa ser nenhum Claude Lévi-Strauss (pai da antropologia moderna) para termos um diagnostico preciso e ainda identificarmos em meio este grupo idiossincrasias que podemos ligar ao Petismo (Ideologia dos Militantes do Partido dos Trabalhadores) para isso vamos usar de uma metodologia de fácil assimilação a “comparação” entre esses dois movimentos “sociais” totalitários. Você pode estar “se” ou    “me” questionando dizendo: - ahh mais é exagero comparar o atual sistema politico panelense com um sistema totalitário de poder. Eu respondo que não é exagero e explico o porquê!  O PT (Partido dos Trabalhadores) criou um projeto de poder para dominar o Brasil via “foro de São Paulo” que é uma conferência de partidos políticos de esquerda da América Latina e do Caribe, criado em 1990 na cidade de São Paulo, [irei resumir para a leitura não ficar cansativa...] a fim de implantar no Brasil uma ditadura socialista comunista, ou seja, um sistema politico que nunca funcionou em lugar nenhum e que somente no século XX matou mais de 100 milhões de pessoas por suas idéias totalitárias, um exemplo contemporâneo é a Venezuela, nem preciso entrar muito na atua situação econômica e politica daquele país, pois todos os dias estão estampados noticias nos principais jornais do mundo sobre a crise assoladora que obriga aquele povo a fugir e se exilar no Brasil e em outros países vizinhos, quando não permanecem para serem mortos pelo regime, são mortos pela fome que atinge aquele país, outrora uma promissora economia no campo petrolífero.
            Sendo bem didático, se consultarmos um dicionário de língua portuguesa e analisarmos a palavra ditadura, vemos que uma ditadura pressupõe um só ditador, ou seja: “p.ext. autoridade máxima de um país que concentra todos os poderes do Estado e exerce poder absoluto, durante uma ditadura” (já identificaram alguma semelhança com a politica panelense?), ou seja, “ele manda em tudo” sem ser questionado direcionando o povo para onde ele deseja, seja em opiniões ou ate mesmo “atos” físicos contra opositores de seu regime. Quero aqui identificar especificamente o grupo “Sergianista”, que é um grupo bem peculiar que infelizmente ainda é maioria na cidadela com características de vila camponesa do século XVI a qual é chamada na unidade federativa de Pernambuco de “Panelas”!.
  
          Esse grupelho desenvolveu características que são mais aguçadas durante intervalos de dois em dois anos (períodos eleitorais), tais características só encontradas em macacos amestrados ou equinos amestrados, onde o dono dar o comando e os pobres animais obedecem por reflexo imposto através de opressão física ou psicológica “a lá “ Dr. Pavlov, e eles riem, e eles gritam: Ai papai agora é 40!, são pessoas forçadas a participarem e agirem dessa forma sob a pena de perderem o emprego ou ainda prejudicar um parente que é empregado da prefeitura, tudo isso se assemelha aos petistas que estão pulverizados nas maquinas municipais, estaduais, federais, bem como nos movimentos sociais, que recebem benefícios e pagamentos para agirem da mesma forma, a fim de manter seu “conforto” - e que dana-se o outro. Assim como o Petismo virou uma “religião politica” o “serginanismo” caminha para o mesmo lugar, até os acontecimentos nos governos são parecidos se não idênticos a exemplo: Lula se elege em 2003 até 2011 (dois mandatos), depois coloca um poste ou uma laranja em seu Lugar: Dilma Rousseff, em Panelas idem, Sergio (O Coisa) Cumpre 2 Mandatos e depois coloca uma “laranja” para ocupar o assento da cadeira do executivo municipal: Joelma Duarte, e continua dando as ordens e falando no lugar da laranja. Sergio Miranda sendo acusado de varias irregularidades, rombo na previdência municipal, e outros crimes, mesmo assim tenta impor uma áurea de santo do pau oco e de ditador de botequim, o povo (sergianistas) continua apoiando e gritando em favor do “coroné”, mesmo sem razão. Como bem disse George Orwell em uma de suas obras: “Nunca deixe de berrar junto com a multidão, só assim você estará em segurança”. Muitas vezes ou sempre os “Sergianistas” gritam, assim como os petistas, para se sentirem em segurança ainda que uma falsa segurança, quem apoia Sergio Miranda e sua quadrilha não tem “moral” para falar mal de Lula e vice-e-versa, pois são duas faces da mesma moeda.
            Oro a Deus para que esse espirito de covardia que se apossou da maioria panelense seja exorcizado por lapsos de inteligência, inteligência essa que possuem, mas que o medo e o condicionamento psicológico implantado pelo “coisa” através da repressão dominou seus espíritos os enfraquecendo e os reduzindo a pessoas medíocres (intelectualmente) e covardes assumidamente. Para encerrar essa minha reflexão deixo a frase de Péricles (e não é o do exalta samba) que diz: “ segredo da felicidade é liberdade e o segredo da liberdade, coragem.”

  


Por:  Jotta Andrade

Professor de História, colunista, blogueiro e cofundador do Movimento Cultural Panelense. 
Contato: jjandrade.projetos@hotmail.com

Enviar um comentário

0 Comentários