FRASES

RECAPITULANDO O QUE ACONTECEU COM O CONCURSO



Muitas movimentações foram realizadas com relação ao concurso público até o momento. Isso porque enquanto o grupo da prefeitura tenta impedir a continuidade do concurso, o Movimento liderado por Pierre Logan, se movimentando como advogado, tenta impedir o atraso, enquanto as pessoas que fizeram concurso também apresentassem suas reclamações. E o grupo da oposição, em entrevista dada por Fred na rádio, diz estarem articulando, que significa, que estão se unindo para conversar e discutir o assunto.

Recapitulando os acontecimentos. Após a várias contas com recomendações de serem negadas pelo TCE, várias multas e várias recomendações do TCE para que fossem realizado concursos, por contratações ilegais da prefeitura. Várias movimentações do Movimento, como reunir pessoas para irem a Câmara revindicar o concurso, várias vezes, artigos, revindicações da população. O próprio Dr. Edson Rufino levantar o pedido em várias reuniões da Câmara.  Foi  feito proposta em projeto com a necessidade de 1006 cargos em 18 de Agosto de 2017.

 Depois disso foi aberto novo projeto com apenas 412 vagas. Que teve a união e aprovação dessa vez de todos os vereadores.

Sem necessidade. A prefeitura entrou em parceria com a ADM&TEC para que o concurso fosse realizado dessa 412 vagas. Que, pela quantidade, a prefeitura poderia ter realizado sozinha.

Próximo a data de realização do concurso público, 9 de Março de 2018, o TCE suspendeu o concurso por suspeita de fraude. Liberando a sua realização após a ADM&TEC comprovar situação regular em 9 de Maio de 2018.

Durante esse período, as datas de realização do concurso, foram alteradas algumas vezes. Até que finalmente o curso foi realizado no dia 22 de Julho de 2018.

Logo após o concurso, foi possível ver algumas manifestações de pessoas que tinham realizado a prova, reclamando da quantidade de perguntas sobre a constituição. Que nada tinha de irregular, pois o Edital informava que essas perguntas seriam realizadas.

Algumas pessoas entraram em contato com o Movimento até, para pergutar se estava tudo correto e apontamos que o Edital informava corretamente que essas perguntas seriam realizadas.

Ao mesmo tempo que pessoas relacionadas a prefeitura, já faziam declarações que se mobilizariam para tomar providências contra isso.

A prefeitura foia a rádio no dia 27 de Julho de 2018, dizendo que pediria o cancelameto, enquanto que alguns funcionário e apoiadores da prefeitura, espalharam a infomação que o concurso seria cancelado.

Combatendo a desinformação. Foi feito artigo no dia 30 de julho de 2018, e live, 31 de Julho de 2018,  explicando porque o cancelamento era ilegal. Leia o artigo aqui.  E também como era incoerente a prefeitura ser quem se mobilizasse contra o concurso, já que ela se apresentava como parceira da realização.

A prefeitura então como prometia nas redes sociais. Se movimenta contra o concurso público para seu cancelamento realizando uma Liminar.

Novamente fizemos Live no dia 20 do 08 de 2018 lendo a liminar, apresentando os pontos de incoerência, recomendamos que todos que participaram do concurso fizessem denúncia para derrubar essa liminar no Ministério Público de Pernambuco.

No dia 22 de Agosto Pierre Logan Protocola no Ministério Público de Pernambuco pedido para derrubar a liminar que estava interrompendo a continuidade do processo do concurso.

Nesse mesmo dia, e no decorrer dos dias seguintes, começam a serem liberados os gabaritos das provas. E também as listas de convocação, que publicamos aqui, até aquelas que foram retiradas posteriormente.

No dia 27 de Agosto de 2018, Pierre Logan divulga em seu artigo, uma carta aberta para o promotor de justiça da cidade de Panelas. Leia aqui.

Nesse mesmo dia, a ouvidoria do Ministério Público de Pernambuco responte a solicitação de Pierre Logan e informa que está levando ao  conhecimento da Promotoria de Justiça de Defesa do Patrimônio Público de Panelas a fim de que adote as providências que entender cabíveis e responda a esta Ouvidoria, no prazo de 15 dias. E também envia uma cópia do e-mail encaminhanco o caso para o resposável.

No dia 30 de Agosto 2018, Pierre Logan recebe do Ministério Público de Pernambuco a informação de que esse,  interpôs AGRAVO DE INSTRUMENTO para DERRUBAR A LIMINAR DE CANCELAMENTO DO CONCURSO PÚBLICO COM PEDIDO DE CASSAÇÃO.

Nessa resposta, ainda se confirma o que já se sabia, que um novo concurso público só poderia ser feito quando esse se finalizasse.

Sexta -Feira dia 14 de Setembro, soubemos que o juiz teria apresentado despacho, um resposta ao nosso pedido.

Como vocês puderam acompanhar. Muito está sendo feito para que o concurso público se concretize. Muito foi feito pelo prefeitura para se atrasar essa conclusão. Mas assim como junto com a população nos mobilizamos até agora. Vamos continuar nos mobilizando até que todas as vagas, não somente as 412 desse primeiro concurso, mas as 1006 vagas estejam preenchidas.

Alice Drake

Enviar um comentário

0 Comentários