SUSPENSO AUXÍLIO-MUDANÇA PARA REELEITOS




Justiça suspendeu o auxílio-mudança para parlamentares reeleitos, tanto do Senado como da Câmara, esse auxílio,  de Decreto Legislativo nº276 de 2014, é dado ao parlamentar, tanto em sua saída, quanto em sua entrada no mandato, para ajudá-lo com despesas de mudança que ele tivesse para assumir seu cargo, ou deixar o cargo. O que acontece é que se uma pessoa é reeleita, ela recebe o valor fixado em R$ 33.763,00, 2 vezes, quando acaba seu mandato e quando começo o novo.

A decisão foi dada pelo juiz federal Alexandre Henry Alves da vara Cível e Criminal de Ituiutaba, Triângulo Mineiro, a ação liminar foi redigida pelo advogado Douglas Henrique Valente. Essa não é a primeira ação movida para encerrar o auxílio-mudança para as parlamentares reeleitos, já tendo sido aberta em Sergipe e negada pelo juiz por considerar que a liminar carecia de provas .

A Câmara de Deputados já entrou com recurso no Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1) para suspender essa liminar provisório.

Essa é apenas uma das despesas extras que temos com um parlamentar, que já recebem um alto valor de salário, valor que sai do seu bolso, é muito dinheiro para tratá-los como celebridades e não como empregados do povo, lembre-se de quanto ele custa para você quando for exigir uma ação, ou criticar qualquer coisa, não só esses que comentamos hoje, que são aqueles que estão em Brasília, como também aos que moram e trabalham na sua cidade.
 
Por Alice Drake

Comentários