FRASES

COMPESA ESPALHANDO FAKE NEWS?


Antes de começar quero fazer uma pergunta a aqueles que moram em Panelas, ou tem família morando lá e já até tiveram que mandar dinheiro para eles comprarem água. Nas suas casas, em Panelas, você recebeu água durante 5 dias, ficando apenas 15 dias sem, antes da volta do abastecimento?

Em sua página de Notícias  a COMPESA informou que ao invés de acabar com o rodízio de água, já que tem água na barragem São Sebastião de Panelas eles decidiram por reduzir o rodízio de 15 dias sem e 5 dias com abastecimento de água, para 3 dias com abastecimento de água e 7 dias sem, isso na cidade de Panelas. Declaração do gerente da Unidade de Negócios da Compesa, Tiago Grassi, que deixarei a transcrição precisa ao final.

Problemas ficam claros com essa declaração, que a COMPESA não tem capacidade para entregar água todos os dias para o cidadão Panelense, coisa que já sabíamos e já vem sendo apontados nas lives do Dr. Pierre Logan. Algumas ideias apontadas também para resolução desse problema são;  Que se criem uma interligação entre barragens, para se ter mais água disponível e também para que se em  um lugar ficar com menos capacidade de água suprir a necessidade do outro, essa solução funcionou em São Paulo, por exemplo; Criação de um novo local para tratamento de água, ou a ampliação do existente; E é claro, eles deixaram passar a oportunidade de realizar um procedimento na barragem que faria ela ter mais capacidade, uma espécie de ralo que deveria ter sido liberado, quando a limpeza da barragem foi feita. A barragem São Sebastião teve parte de sua capacidade recuperada sendo desassoreada, numa iniciativa de Genilson Lucena, começada em 2017, interrompida por Sérgio Miranda, com um parecer judicial e finalizada agora, graças a insistência do mesmo e com esforços também do Dr. Pierre Logan para conseguir que outras pessoas também se mobilizassem para essa conquista.

Outra questão é que a COMPESA não tem cumprido com o próprio rodízio de água informada, ou mente sobre como o abastecimento é feito, ou considera que a entrega recente de carros pipas seja cumprir com o abastecimento de água, já que cidadãos Panelenses tem informado que em muitos lugares, não recebem água nos canos de suas casas a meses, mesmo que a conta continue chegando.

Levando em consideração que o gerente da Unidade de Negócios da Compesa, Tiago Grassi, que passou a informação, poderíamos então considerar que a própria empresa tem espalhado FAKE NEWS? Ou devemos acreditar menos nos nossos próprios olhos e registros na internet de filmagens de cidadãos com canos vazios, pedidos de socorro e que compram carro pipas, até mesmo dividindo com vizinhos? 

Sim, é bom que aja um alívio para o cidadão, que se tenha diminuído o rodízio, que as pessoas tenham água em suas casas mais dias. Mas que a COMPESA não espere que terá menos cobrança. Vemos que a entrega de água prometida não tem sido cumprida e vemos que existe a possibilidade de melhorar seu serviço e entrega, até mesmo resolver a situação completamente. Está na hora de mudanças e de resoluções, não de desculpas e tapas nas costas.


Transcrição:
As chuvas recuperaram o nível de mais um manancial no Agreste do estado. Desta vez, a barragem São Sebastião, em Panelas, é mais uma a atingir 100% da sua capacidade de acumulação, o que permitirá à Compesa reduzir o rodízio dos municípios de Panelas e Cupira, a partir desta semana. “A Compesa agiu rapidamente para diminuir o rodízio em mais estas cidades e os moradores já estão contando com mais água nas torneiras. Panelas, que estava sendo abastecida 5 dias sim e 15 não, passará para 3 dias com abastecimento e 7 sem, já Cupira, que recebia água três dias na semana e passava seis sem abastecimento, passará para um regime de três dias com água e quatro sem”, explica o gerente da Unidade de Negócios da Compesa, Tiago Grassi.
Publicação 31 de Março de 2020
site:https://servicos.compesa.com.br/barragem-sao-sebastiao-acumula-agua-e-compesa-anuncia-reducao-do-rodizio-em-panelas-e-cupira/

Por Alice Drake


Publicar um comentário

0 Comentários